segunda-feira, 18 de março de 2019

AEROPORTO

Cartão postal. Data desconhecida.

Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

VILA CRUZ

Igreja de São Sebastião, na Vila Cruz. Data desconhecida, provavelmente década de 1940.
Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

sábado, 16 de março de 2019

PROGRESSO EXTRAORDINÁRIO



Assim escreveu o remetente deste cartão-postal, que mostra o "Jardim dos Macacos", nome pelo qual alguns ainda se referem à Praça Dom Pedro II, no centro de Poços de Caldas.

Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

quarta-feira, 28 de março de 2018

DESFILE CÍVICO

Rara imagem que retrata uma "Passeata em homenagem a Tiradentes", datada de 21 de abril de 1944, diante do suntuoso Cassino Imperial, localizado onde hoje está a agência do Itaú, junto à Praça Pedro Sanches.

No terraço do cassino é possível observar a presença de autoridades, bem como um mestre de cerimônias falando ao microfone. Entre a multidão, interessante a quantidade de ciclistas, de ambos os sexos, trajando uniformes brancos. Pelo menos três motocicletas aparecem também.

Agradecimentos à Sra. Vera Junqueira, que gentilmente cedeu essa foto para o site.

Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

quarta-feira, 14 de março de 2018

POÇOS DE CALDAS, DIEPPE


À esquerda, a Igreja Nossa Senhora da Saúde, a Matriz de Poços de Caldas, cuja construção durou de 1937 a 1954. Ao lado está a Igreja do Sagrado Coração, em Dieppe, na França, edificada em 1926.

Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

sábado, 22 de julho de 2017

FESTA UAI, NA ORIGEM

Opinião publicada pelo Estadão, em 12 de agosto de 1984.
Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

terça-feira, 23 de maio de 2017

CALDENSE, 1958

Imagem publicada na Folha de Poços, em 1o. de dezembro de 1958.
A imagem colorida, do Google, mostra a fachada atualmente.
Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

domingo, 21 de maio de 2017

CARROS E CHOFERES

Reprodução de um curioso convite publicado no "Sino da Basílica", jornal da Basílica de Nossa Senhora da Saúde. Data de 27 de novembro de 1949.
Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

terça-feira, 31 de janeiro de 2017

KENNEDY: LUTO OFICIAL

Curiosidade: em 1963 o então prefeito de Poços de Caldas decretou luto oficial de três dias pelo "infausto passamento" de JFK, presidente dos Estados Unidos.


Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

quarta-feira, 16 de novembro de 2016

1883: RAMAL DE CALDAS E DADOS TÉCNICOS

Eis um material raramente visto: o Relatório de 1883 da Cia. Mogyana apresentando em detalhes o projeto de implantação do Ramal de Caldas, que em em 1886 culminou com a chegada da ferrovia a Poços de Caldas.

Há dados interessantes, como as especificações do então denominado "Viaducto dos Poços", mais tarde "Viaducto Grande", do qual restam os conhecidos Pilares da Mogyana, nas imediações do bairro Novo Mundo e PUC, e seu "gêmeo", o "Viaducto do Mudo", atual Viaduto do Tajá, localizado na Serra, sob jurisdição de Águas da Prata.

Outros dados curiosos: no material, o Ramal de Caldas, de 77 km de extensão entre Aguaí (antiga Cascavel) e Poços de Caldas, tem apenas 26,7 km de trechos em nível ("planos") e mais de 50 km em aclives e declives. Impressionante. Das estações ao longo do Ramal, somente as de São João da Boa Vista eram de "1a. Classe".

Confira mais detalhes nas reproduções a seguir.
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".