sábado, 15 de maio de 2010

PARTICIPE DO MEMÓRIA DE POÇOS

É uma honra recebê-lo aqui e, mais ainda, contar com sua preciosa participação nesse projeto.

MEMÓRIA DE POÇOS DE CALDAS pretende reunir em espaço virtual o acervo memorial disperso, possibilitando a socialização desse valioso conteúdo, com livre acesso aos interessados no tema: estudantes, historiadores, jornalistas, educadores, turistas ou simplesmente apaixonados por essa magnífica cidade.

A estrutura é bastante simples: à esquerda estão as sete seções que formam a base de consultas do MEMÓRIA DE POÇOS DE CALDAS -Curiosidades, Memória em Movimento, Memória Escrita, Memória Fotográfica, Monumentos, Ontem e Hoje e Personagens. Alguns assuntos podem se repetir em mais de uma seção, fruto da riqueza histórica de nossa Cidade e das muitas nuances que cada tema pode apresentar. Passeie pelas seções clicando sobre os títulos.

Um pouco mais acima, ainda à esquerda da página, onde se vê uma "lupa", está um campo de pesquisas no site. Digitando uma palavra-chave é possível selecionar os conteúdos sobre o tema proposto.

Clicando em Home, no alto da página, a qualquer momento é possível voltar ao início e ter acesso às mais recentes publicações, em ordem cronológica. É uma função importante para os que acompanharem cotidianamente o MEMÓRIA DE POÇOS DE CALDAS.

Esse espaço está aberto a sugestões, sempre visando a melhoria e a facilidade do acesso à informação.

Toda contribuição é importante e bem-vinda. Você pode participar desse projeto, cujos objetivos são apenas educacionais e culturais, enviando material histórico por email para rubens.caruso@uol.com.br 
ou por Correios para:

MEMÓRIA DE POÇOS
A.C.: Rubens Caruso Jr.
Caixa Postal 84
Poços de Caldas, MG
CEP 37701-970

Não deixe a história de nossa cidade guardada num canto qualquer. Que tal dividi-la?

4 comentários:

Anônimo disse...

Caruso,

tenho acompanhado este seu trabalho. Excelente!!!! O aeródromo que aparece no filme é o que foi contruído onde esta agora? Meu pai havia me dito que antes deste era em outro local. Há um tempo vi em uma foto antiga do planalto, os vestígios. O que aconteceu é que do nosso (da CGM - Mineradora da Alcoa) mosaico destas fotos sumiu exatemente a que aparecia o local. Achei inialmente que estaria com o Don Williams (neu primeiro gerente na Alcoa), maas ele garante que não. Quando achar por lá la Cia, vamos compartilhar.

Outra coisa legal é que um tio (Domingos)meu trabalho na construção da represa. Este tio foi depois de muitos anos (por seis consecutivos) capeão Mineiro de tenis junto com o Aldo Nastrini. Eles empre jogaram no Country Club.

Um grade abraço.

Zanatta.

paulo.zanatta@alcoa.com.br

Anônimo disse...

Muito bom saber que a memória de Poços de Caldas não está esquecida. Excelente trabalho! Parabéns!

Bárbara Barbosa.

Anônimo disse...

Achei o blog muito interessante ainda mais porque morei e estudei em Poços de Caldas entre 1959 e 1963.Meu pai o primeiro Inspetor do Imposto e Renda na cidade e região, estudei neste periodo no Colegio Marista e moravamos no Edificio Esther na Assis Figueredo num amplo e confortavel apartamento.Tenho algumas fotos antigas espalhadas e vou envia-las a Vcs, que ainda estão ai,sem duvido um local muitissimo previlegiado pela natureza, quando ai cheguei padecia de bronquite asmatica crônica e,quando retornei ao Rio de Janeiro...nada! havia-me curado.Segundo medicos o oxigenio mais puro graças a altitude de 1.086m e a vida simples, o acolhimento da população amigavel.Fiz muitos amigos por ai.Sempre volto assim que posso.So tenho as melhores lembranças de uma epoca feliz, uma cidade feliz de um pais feliz!Felizes voces que podem moram nesta cidade previlegiada. Outro volto a contar outra parte das minhas Memorias de Poços de Caldas.Abraços Claudio.

Blog dos Times disse...

Parabéns mesmo pelo site.....gostei muito fiz uma viagem ao passado relembrando alguns momentos da minha vida nessa cidade maravilhosa que é a nossa Poços de Caldas.

Postar um comentário

Memória de Poços de Caldas é um trabalho cultural, sem fins lucrativos, e democrático. Aqueles que quiserem se comunicar diretamente com o autor podem fazê-lo pelo email rubens.caruso@uol.com.br .