sexta-feira, 16 de março de 2012

FERROVIA: A VEZ DA CÂMARA MUNICIPAL

Nota publicada hoje no site da Câmara Municipal de Poços de Caldas:
  
Flávio Faria sugere audiência pública sobre reativação de trem turístico
"O vereador Flávio Faria (PT) protocolou, na última semana, um requerimento sugerindo a realização de uma audiência pública sobre o tema “A viabilidade da volta do Trem Turístico para Poços de Caldas”. O pedido será colocado em votação nas próximas sessões da Câmara.
   
No documento apresentado, o parlamentar lembrou que a atração turística do município foi desativada e extinta, principalmente, por determinação da FEPASA, detentora das instalações, estrutura e das locomotivas que eram utilizadas. Ele lembrou, ainda, que em 1886 o Imperador Dom Pedro II inaugurou o ramal de Caldas da Cia. Mogyana de Estradas de Ferro, o que até hoje é lembrado com grande saudade pelos visitantes.
   
Segundo Flávio Faria, as discussões sobre a volta do trem turístico ganharam destaque após o governo federal divulgar um investimento na ordem de R$ 500 milhões para ampliação e revitalização da malha ferroviária em todo o Brasil, tendo em vista a realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas no país. “O Governo Federal investirá até 2015 cerca de R$ 500 milhões na compra e reforma de novos trens e na ampliação e revitalização da malha ferroviária visando à criação de mais atrações para esses dois eventos. Já existem diversos projetos de prefeituras e entidades sem fins lucrativos sendo analisados pelo Ministério do Turismo”, ressaltou.
   
Em Poços, de acordo com o legislador, o jornalista Rubens Caruso elaborou uma proposta para discussão do tema, destacando a importância do empenho da prefeitura em pleitear a volta do atrativo turístico. “Preocupado com a questão da valorização do patrimônio histórico e cultural do município, o jornalista Rubens Caruso tem abraçado essa causa. Em uma reunião que tivemos, ele falou sobre o porquê de não existir uma ação por parte do município no sentido de se pleitear o retorno do trem turístico em Poços, uma vez que o governo federal estará disponibilizando o recurso para esse tipo de empreendimento”, afirmou.
   
A reativação da linha férrea em Poços é também uma preocupação e um pedido da escola Criativa Idade. Flávio Faria destacou que os alunos vêm se mobilizando e reivindicando que o assunto seja colocado em discussão. “Por isso apresentamos um requerimento propondo a realização de uma audiência pública, a fim de que se possa debater com a sociedade, inclusive com convidados de fora, traçando um diagnóstico da linha férrea de Poços e analisando a viabilidade de se ter esse atrativo novamente”, finalizou o vereador.".
   
O vereador Flávio Faria foi o ÚNICO político local até o momento que deu atenção ao projeto, e por isso externo aqui meus mais sinceros agradecimentos, em especial pela sensibilidade de perceber o valor que a Ferrovia tem e deve acrescentar a Poços de Caldas, levando o assunto ao Legislativo com tamanho empenho.
  
Clique aqui para ler a publicação original no site da Câmara Municipal.
A foto acima é do interior da Oficina da Cia. Mogyana em Campinas-SP, no começo do século XX.

Clique nas imagens do Memória de Poços de Caldas para ampliá-las.
"Povo que não conhece sua história está condenado a repeti-la".

2 comentários:

DanzaVilela disse...

Continuando a acompanhar o seu valoroso empenho, vou deixar aqui duas sugestões: adicionar aqui no blog um link para que as pessoas possam compartilhar no Facebook as suas postagens. A segunda dica é você mesmo entrar na comunidade. É um excelente canal para a divulgação da causa!!! Por enquanto, estarei pegando emprestado este último "post" para publicar por lá. Com os devidos créditos, é claro.
Forte abraço!!!

Rafael disse...

Primeiramente,parabens ao vereador,por ceder ao clamor da população e tambem por reconhecer o Caruso como pai da criança!

E reforçando o primeiro post,tambem eu ja venho divulgando o memória de poços no facebook...é uma ferramenta de abrangencia enorme!

Postar um comentário

Memória de Poços de Caldas é um trabalho cultural, sem fins lucrativos, e democrático. Aqueles que quiserem se comunicar diretamente com o autor podem fazê-lo pelo email rubens.caruso@uol.com.br .